Novembro Azul: 5 coisas que nunca te contaram sobre o câncer de próstata

Tempo de leitura: 3 minutos. 

 

O câncer de próstata é um dos tipos mais comuns entre a população masculina. 

A doença representa 29% dos diagnósticos dos homens no Brasil. 

 

E, segundo o Instituto Nacional do Câncer, a estimativa é de 65.840 novos casos a cada ano entre 2020 e 2022. 

As maiores vítimas da doença tendem a ser homens com mais de 55 anos com excesso de peso ou obesidade. 

 

Para levar cada vez mais informações sobre o câncer de próstata surgiu a campanha Novembro Azul.

A ação mobiliza diversas pessoas e empresas com o foco de informar e contribuir no combate da doença. 

 

Nós apoiamos essa causa! 

Por isso, criamos este conteúdo especial para te mostrar 5 coisas que nunca te contaram sobre o câncer de próstata. 

 

Continue lendo e saiba mais. 

1 – O câncer de próstata não afeta apenas idosos

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, o câncer de próstata não afeta apenas homens mais velhos. 

Sim, é verdade que as maiores vítimas da doença é a população masculina acima dos 50 anos, mas isso não é uma regra. 

 

Sendo assim, homens de todas as idades devem permanecer atentos aos possíveis sinais e consultar especialistas regularmente.

Além de, claro, realizar exames periódicos. 

2 – É uma doença silenciosa!

Assim como diversos tipos de câncer, o câncer de próstata tende a ser assintomático, especialmente em fase inicial. 

Por isso, é essencial a visita frequente ao médico, afinal, caso surja algum sintoma, podemos facilmente confundir com outra patologia. 

 

Alguns sintomas comuns:

 

  • Necessidade frequente de urinar;
  • Dificuldade para começar ou interromper a micção;
  • Fluxo fraco ou interrompido de urina;
  • Dor frequente e rigidez na parte inferior das costas;
  • Sangue na urina. 

3 – Incontinência urinária não é uma consequência para todos que fazem o tratamento

Muitos acreditam que o tratamento do câncer de próstata pode gerar incontinência urinária.

No entanto, isso não é uma realidade para todos os pacientes. 

Apenas 1 a cada 5 homens tratados apresentam incontinência como consequência do tratamento.

Aliás, atualmente estão disponíveis melhores tratamentos para problemas urinários como esse. 

4 – Ter histórico familiar aumentam as chances de desenvolver a doença

Sim, é possível ter mais chances de desenvolver a doença caso exista um histórico de parentes de primeiro grau que já tiveram a patologia. 

Enfim, vale ressaltar, isso vale apenas para familiares de primeiro grau como pai ou irmãos. 

 

Mas, atenção: não é uma regra. Nem todo mundo que possui histórico familiar irá desenvolver o câncer.

No entanto, é essencial conversar com médicos especialistas e realizar o exame constantemente. 

5 – Vasectomia não causa câncer de próstata 

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, passar pelo procedimento de vasectomia não influencia em nada a ocorrência do câncer de próstata. 

 

São duas coisas que não possuem ligação entre si, estudos comprovam. Então, fique tranquilo! 

 

Por fim, mas não menos importante, é preciso lembrar: a saúde vem sempre em primeiro lugar!

Por isso, não se negligencie. Sua saúde vai muito além do Novembro Azul, cuide-se.

 

Mas e aí, quer acompanhar mais conteúdos?

Portanto, siga nossas redes:

 

Siga nosso Instagram.

Curta nossa página no Facebook.

Confira nossos textos no site. 

 

Deixe uma resposta