Saiba mais! Auxílio emergencial do Governo Federal

O Governo Federal liberou hoje 09 de abril de 2020, a primeira parte do pagamento do Auxílio Emergencial. Que é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Veja quem pode receber, como funciona, quais os canais para cadastro e como sacar o fundo emergencial.

O QUE É O AUXÍLIO EMERGENCIAL?

O Auxílio Emergencial é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.
O benefício no valor de R$ 600,00 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200,00.

INFORMAÇÕES SOBRE O CADASTRO

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03, e que atenda as regras do Programa, receberá sem precisar se cadastrar no site da CAIXA.

Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar no site: auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP da CAIXA.
Baixe aqui seu app da Caixa/Auxílio: Android e IOS.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou APP.

Baixe aqui o: passo a passo para o auxílio emergêncial. 

QUAIS OS REQUISITOS PARA RECEBER O FUNDO EMERGENCIAL DO GOVERNO?

Para ter acesso ao auxílio emergencial, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • Maior de Idade;
    Ser maior de 18 anos de idade;
  • Não ter emprego formal;
    Destinado para trabalhadores autônomos com rendas informais, que não seja agente público, inclusive temporário e nem exercendo mandato eletivo;
  • Não ser beneficiário;
    Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  • Renda familiar;
    Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
  • Rendimentos Tributáveis;
    Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • Estar desempregado ou exercer as seguintes atividades;
    Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

SOBRE OS PAGAMENTOS E O CALENDÁRIO PARA RECEBIMENTO

Público CadÚnico

Os cidadãos inscritos no CadÚnico até 20/03/2020, que cumpram os requisitos legais, não façam parte do Bolsa Família e têm conta poupança na CAIXA ou conta no Banco do Brasil, receberão o crédito de forma automática.

No caso daqueles sem poupança na CAIXA ou conta no Banco do Brasil, o crédito será feito em Poupança Social Digital da CAIXA para utilização eletrônica com o APP CAIXA Tem.

Parcela 1: Até 3 dias úteis após recebimento das informações da DATAPREV.

Parcela 2: Entre 27 e 30 de abril.

Parcela 3: Entre 26 e 29 de maio

O primeiro pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200 para ajudar trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs), começa a ser pago hoje, 9 de abril. No entanto, nesta data, ele só está liberado para os trabalhadores previamente registrados no Cadastro Único (CadÚnico) e que tenham conta no Banco do Brasil (BB) ou poupança na Caixa. Os demais receberão o primeiro depósito na semana que vem. Confira abaixo as datas de pagamento!

Parcela 1 – Abril

Quinta-feira, 9 de abril: Recebem as pessoas que estão no Cadastro Único, sem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil (BB) ou poupança na Caixa Econômica Federal;

Terça-feira, 14 de abril: É a vez das pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e também não têm conta na Caixa ou no BB;

Últimos 10 dias úteis de abril: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa;

Em até 5 dias úteis após inscrição no aplicativo ou pelo site, o dinheiro estará disponível para trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único nem no Bolsa Família.

Parcela 2 – Abril

A partir desta parcela, os depósitos serão realizados conforme o mês do aniversário do trabalhador, informou a Caixa em coletiva à imprensa.

Entre 27 e 30 de abril: Recebem todos aqueles na base de dados do Cadastro Único e os que se inscreveram pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial. 

Dia 27 de abril será depositado o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março

Dia 28 de abril é a vez dos nascidos em abril, maio e junho

Dia 29 de abril recebem os aniversariantes de julho, agosto e setembro.

No dia 30 de abril, os pagamentos serão para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.

Últimos 10 dias úteis de abril: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa.

Parcela 3- maio

Entre 26 e 29 de maio: Recebem todos aqueles na base de dados do Cadastro Único e os que se inscreveram no pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial. 

Dia 26 de maio será depositado o dinheiro daqueles nascidos em janeiro, fevereiro e março. Dia 27 de maio é a vez dos nascidos em abril, maio e junho

Dia 28 de maio recebem os aniversariantes de julho, agosto e setembro

Dia 29 de maio, os pagamentos serão para os nascidos em outubro, novembro e dezembro.

Últimos 10 dias úteis de maio: Reservados para beneficiários do Bolsa Família, conforme cronograma já previsto no programa.

Lembrando que quem receber o dinheiro hoje e mesmo na semana que vem não poderá sacá-lo. Não adianta ir nas agências, lotéricas ou caixa automático. O saldo estará disponível somente de modo virtual.

A Caixa se comprometeu divulgar um calendário especialmente para saques, mas ainda não há previsão de quando isso será realizado.

Central de Atendimento

Se você ficou com alguma dúvida referente ao fundo emergencial do Governo Federal, poderá entrar em contato através dos contatos abaixo:

Site: http://www.caixa.gov.br/auxilio

Central de Atendimento CAIXA – 111 

Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *